Blog do Grupo de Teatro Cemitério de Automóveis
     
Histórico
28/06/2009 a 04/07/2009
14/09/2008 a 20/09/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
09/12/2007 a 15/12/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
01/08/2004 a 07/08/2004
25/07/2004 a 31/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
Outros sites
Cemitério em Cenas
Mário Bortolotto
Fernanda D´Umbra
Marcelo Montenegro
Bactéria
Marcello Amalfi
Paulinho Pankada
Marisa Lobo Viana
Teatro dos Satyros
Parlapatões
G7
Grupo Folias
Armazem
Sutil Companhia de Teatro
Mauro Mello
Sebastião Millaré
Sam Shepard
Eric Bogosian
David Mamet
Jim Jarmusch


O que é isto?
 


HOJE TEM

KEROUAC

 

Sábados : 21h30

Domingos : 20h30

Ingressos: R$ 10

 

Teatro Alfredo Mesquita

Av. Santos Dumont, 1770 – Santana

Perto do Metrô Tietê - na frente do Campo de Marte

 

Tel : 6221-8887

Estacionamento gratuito no local

 

Até 27/06


 



 Escrito por Cemitério de Automóveis às 07h50
[] [envie esta mensagem]




E o sacana do François apareceu lá no Teatro no Sábado. Assistiu a peça, saiu pra beber com a gente e não falou quem era. Só lá pelas tantas depois de algumas jarras de vinho é que o cara se apresentou quando me pediu um autógrafo no "Bagana na Chuva" que ele tinha comprado. Grande sacana. O François é de Brasília e eu conheci o cara pela Internet. O blog dele tá linkado aí do lado há muito tempo e é uma de minhas leituras obrigatórias. E ele postou um texto falando sobre suas impressões sobre o espetáculo que assistiu. Valeu, Brother. Aí embaixo transcrevo o texto que ele postou:

MENINOS, EU VI

 

A mãe estava lá. Velha, vegetando, com um derrame. Ele se equilibrava na linha que divide a loucura da genialidade. Com sua máquina de escrever manual, dava um tiro a cada tecla que apertava naquele momento estranho onde nada na vida parecia mais fazer sentido. É, ele estava ali incompreendido por uns, mal interpretado por outros lutando pela liberdade. A liberdade de estar em paz consigo mesmo de viver a porra da sua vida do jeito que ele quisesse, e não como um mártir de um movimento; de uma geração. Porque a pior forma de tirar a paz de um homem é transformá-lo em Deus.

 

Uma peça de teatro, um monólogo, um ator, um personagem. Tudo é muito singular, o que não anula a grandiosidade do espetáculo. Kerouac é estrelado, e encarnado, por Mário Bortolotto que hipnotiza, tira o fôlego e faz rir. Tudo acontece de uma forma nada linear, não dá parar pra entender o que está acontecendo, pois, momentos de ansiedade e felicidade migram para a agonia facilmente, e quando você menos percebe esqueceu de respirar por vários segundos enquanto acompanhava toda a força e a energia despendida em cima do palco.

 

Não sou crítico de teatro. Nem quero ser, porque detesto críticos. Mas sei diferenciar o que é bom e o que é ruim. Kerouac pra mim não é nenhum dos dois. Está além, simplesmente do caralho! E não vão pensar que estou dizendo isso porque conheço o cara (agora até conheço pessoalmente). Não sou fresco o bastante pra ficar babando e tietando, apesar de ter pedido um autógrafo no livro Bagana na chuva, e nem ele precisa disso.

Voltando. Recomendo a todos que estão de passagem por Sampa a deixarem a TV a cabo do hotel e dar uma passadinha no teatro Alfredo Mesquita.

 

                                                  (François)

 

Kerouac

 

Sábados : 21h30

Domingos : 20h30

Ingressos: R$ 10

 

Teatro Alfredo Mesquita

Av. Santos Dumont, 1770 – Santana

Perto do Metrô Tietê

 

Tel : 6221-8887

Estacionamento gratuito no local

 

Até 27/06



 Escrito por Cemitério de Automóveis às 00h58
[] [envie esta mensagem]


[ ver mensagens anteriores ]