Blog do Grupo de Teatro Cemitério de Automóveis
     
Histórico
28/06/2009 a 04/07/2009
14/09/2008 a 20/09/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
09/12/2007 a 15/12/2007
11/11/2007 a 17/11/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
29/04/2007 a 05/05/2007
22/04/2007 a 28/04/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
25/03/2007 a 31/03/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
11/03/2007 a 17/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
18/02/2007 a 24/02/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
21/01/2007 a 27/01/2007
10/12/2006 a 16/12/2006
03/12/2006 a 09/12/2006
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
12/11/2006 a 18/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
29/10/2006 a 04/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
06/08/2006 a 12/08/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
25/06/2006 a 01/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
28/05/2006 a 03/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006
19/03/2006 a 25/03/2006
12/03/2006 a 18/03/2006
05/03/2006 a 11/03/2006
19/02/2006 a 25/02/2006
12/02/2006 a 18/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
28/08/2005 a 03/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
17/04/2005 a 23/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005
13/03/2005 a 19/03/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
27/02/2005 a 05/03/2005
20/02/2005 a 26/02/2005
13/02/2005 a 19/02/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
30/01/2005 a 05/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
16/01/2005 a 22/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005
02/01/2005 a 08/01/2005
26/12/2004 a 01/01/2005
19/12/2004 a 25/12/2004
12/12/2004 a 18/12/2004
05/12/2004 a 11/12/2004
28/11/2004 a 04/12/2004
21/11/2004 a 27/11/2004
14/11/2004 a 20/11/2004
07/11/2004 a 13/11/2004
31/10/2004 a 06/11/2004
24/10/2004 a 30/10/2004
17/10/2004 a 23/10/2004
10/10/2004 a 16/10/2004
26/09/2004 a 02/10/2004
12/09/2004 a 18/09/2004
05/09/2004 a 11/09/2004
29/08/2004 a 04/09/2004
01/08/2004 a 07/08/2004
25/07/2004 a 31/07/2004
27/06/2004 a 03/07/2004
13/06/2004 a 19/06/2004
06/06/2004 a 12/06/2004
30/05/2004 a 05/06/2004
23/05/2004 a 29/05/2004
16/05/2004 a 22/05/2004
09/05/2004 a 15/05/2004
02/05/2004 a 08/05/2004
25/04/2004 a 01/05/2004
11/04/2004 a 17/04/2004
04/04/2004 a 10/04/2004
28/03/2004 a 03/04/2004
21/03/2004 a 27/03/2004
14/03/2004 a 20/03/2004
07/03/2004 a 13/03/2004
Outros sites
Cemitério em Cenas
Mário Bortolotto
Fernanda D´Umbra
Marcelo Montenegro
Bactéria
Marcello Amalfi
Paulinho Pankada
Marisa Lobo Viana
Teatro dos Satyros
Parlapatões
G7
Grupo Folias
Armazem
Sutil Companhia de Teatro
Mauro Mello
Sebastião Millaré
Sam Shepard
Eric Bogosian
David Mamet
Jim Jarmusch


O que é isto?
 


DE VOLTA AO JARDIM

Infelizmente não tenho tempo pra falar muito sobre a peça. "Getsêmani" estréia hoje dentro da Mostra de Férias Cemitério de Automóveis. Fica em cartaz hoje e amanhã. É uma peça que tem fãs fiéis (tô sabendo disso). É a primeira peça que escrevi pro Wiltão fazer, tanto é que o personagem dele chama-se Wiltão. É a peça que o André Cecatto arrebentou uma mesa na porrada. E é a peça que o João Fábio literalmente enche o saco de todo mundo no papel mais intrigante do espetáculo. E no final, todo mundo gosta do cara e vê o quanto o João é um grande ator. Também estou em cena. O Gabriel também tá lá, e hoje o Eduardo Estrela vai estar numa roubada filha da puta substituindo o Napão no personagem que ele sempre fez de maneira brilhante (o editor de livros de auto-ajuda). Não é fácil, principalmente com o pouco tempo de ensaio que a gente tem. Mas o Estrela tá dando conta, podem ter certeza. O cara é ótimo ator, anos luz de qualquer ligação telefônica interurbana, se é que vocês me entendem. A história é simples. Um grupo extremista sequestra um editor de livros de auto-ajuda e quer obrigar o cara a publicar literatura decente. E o que vem a ser literatura decente? Simplesmente o que eles gostam de ler, ou seja : Shelley, Holderlin, Celine, Kerouac, Bashô, Rimbaud, Bukowski, Dylan Thomas, etc. O cara sabe que se publicar esse tipo de literatura, vai a falência, e o conflito está armado. São 50 minutos de porrada. Quem tiver a fim de tentar a sorte, aparece por lá. Hoje e amanhã.

GETSÊMANI

Texto e Direção : Mário Bortolotto

Elenco : Eduardo Estrela, Mário Bortolotto, André Cecatto, Wilton Andrade, Gabriel Pinheiro e João Fábio Cabral.

Hoje (dia 23) 21h

Amanhã (dia 24) 20h

Centro Cultural São Paulo

Sala Jardel Filho

Rua Vergueiro, 1.000

Tel : 3277-3611

Ingressos : R$ 12



 Escrito por Cemitério de Automóveis às 11h32
[] [envie esta mensagem]




O HOMEM QUE QUERIA SER RITA CADILAC

Hoje dentro da "Mostra de Férias Cemitério de Automóveis" vai acontecer a apresentação deste que é um clássico cult trash. Quem ainda não viu Wiltão se transformando em Rita Cadilac, ainda não viu quase nada dessa vida. A direção é do Gabriel (sua primeira e acertada direção). O texto é do meu amigo Márcio Américo (bom pra caralho) que prometeu vir de Londrina para assistir a apresentação de amanhã, e o elenco é o "pior-melhor" do mundo. Tem Batata, Jacaré, Arroba, Carcacinha, e é claro, o único e insubstituível Wiltão. Tô sabendo que vai rolar participação especial de Deus. Momento surpresa.

Hoje e amanhã (dias 21 e 22)

21h

Centro Cultural São Paulo

Sala Jardel Filho

Rua Vergueiro, 1000

Tel : 3277-3611

Ingressos : R$ 12



 Escrito por Cemitério de Automóveis às 11h52
[] [envie esta mensagem]




CLAVÍCULAS

A primeira vez que li o livro do Baldi, pensei : "Esse moleque é um Mirisola mais jovem e mais porra louca". Então resolvi adaptar. Aos poucos você vai percebendo os traços originais de sua literatura. O humor politicamente incorreto e anárquico de Cristiano Baldi se apóia em situações fantásticas tratadas de maneira extremamente naturalista. Assim é fácil acreditar na mulher que fica grávida de uma girafa ou então no sujeito que volta pra casa e é barrado na porta, pois sua casa se transformou numa boate. Baldi se diverte inventando histórias desse tipo e a gente se diverte com sua imaginação jovialmente delirante. Os atores se divertem muito fazendo essa adaptação e a platéia costuma se divertir bastante também. Então é isso. Hoje à noite a gente faz apresentação única da peça "Clavículas", adaptação que fiz do livro do jovem escritor gaúcho Cristiano Baldi. Apareçam. O elenco tá du caralho.

CLAVÍCULAS

de Cristiano Baldi

Adaptação e Direção : Mário Bortolotto

Elenco : Eucir de Souza, Gabriel Pinheiro, Wilton Andrade, Ziza Brisola, Fernanda D´Umbra, Erika Puga, Lavínia Pannunzio, Paula Cohen, André Collazzi, Nelson Peres e Mário Bortolotto.

Participação Especial : Deus (Paulo Roberto Jordão, é claro)

Hoje às 21h

Centro Cultural São Paulo

Sala Jardel Filho

Rua Vergueiro, 1000

Tel: 3277-3611

Ingressos : R$ 12




 Escrito por Cemitério de Automóveis às 11h30
[] [envie esta mensagem]




A FRENTE FRIA QUE A CHUVA TRAZ

Estava um dia no Rio de Janeiro, na casa do meu amigo Ricardo Petraglia, tentando dar cabo do estoque de Cintra em sua Geladeira, que ele gentilmente havia comprado especialmente pra mim, quando me deparo com uma Revista de variedades. Folheio distraidamente a revista e encontro uma matéria que me chama a atenção. Jovens de classe média faziam festas em lajes e contratavam caras do Naipe de "Seu Jorge" para tocar nas festas. Achei que poderia ser um bom tema para um texto de teatro. Foi aí que nasceu o texto de "A Frente Fria que a Chuva traz". Um Grupo de jovens ricos alugam uma laje na periferia de São Paulo e promovem festas numas de brincar de "pobre". Levam uma vida hedonista e totalmente irresponsável, até que uma das Pats resolve questionar o próprio estilo de vida. A gente faz hoje uma única apresentação desse espetáculo dentro da "Mostra de Férias Cemitério de Automóveis". Só hoje. Apareçam.

A FRENTE FRIA QUE A CHUVA TRAZ

Texto e Direção : Mário Bortolotto

Elenco : Fernanda D´Umbra, Erika Puga, Mahevi Jinkins, Maíra Chassereaux, Marisa Lobo Viana, Gustavo Haddad, Wilton Andrade, Gabriel Pinheiro, Francisco Eldo Mendes e Mário Bortolotto.

Operação Técnica : Marcelo Montenegro

Somente hoje - 21h

Centro Cultural São Paulo

Sala Jardel Filho

Rua Vergueiro, 1000

Fone : 3277-3611

Ingressos : R$ 12




 Escrito por Cemitério de Automóveis às 11h06
[] [envie esta mensagem]




A FRENTE FRIA QUE A CHUVA TRAZ

Amanhã tem apresentação de "A Frente Fria que a Chuva traz" dentro da Mostra de Férias do Cemitério de Automóveis (única apresentação).



 Escrito por Cemitério de Automóveis às 12h45
[] [envie esta mensagem]


[ ver mensagens anteriores ]